por: Joaquim Tiago

Qual a grande vitima do tempo presente? A família!

Nunca uma instituição foi tão atacada como a família segundo pesquisadores e historiadores e por quê? Estamos vivendo a grande era do individualismo.

Vivemos dias tão forte onde não se encontra mais pessoas que carregam e nem suporta o rotulo de um clã, de um grupo ou de uma família. Cada pessoa esta desesperadamente em crise em busca de uma identidade pessoal, única e superficial. Com isso não encontramos mais compartilhamento de um valor entre pessoas, mas valores de cada um. As pessoas não querem compartilhar mais os mesmos valores por que seus valores podem prevalecer e devem prevalecer. As pessoas não vão compartilhar valores monetários pois cada um esta ganhando para si, para ter e acumular e ser o que podem e devem ser. Com seus valores monetários incompartilhados comprarão o passaporte da identidade tendo como representa-lo em uma posse ou objeto.

Vidas que não compartilham, que não divide, que não vivem desejando o bem do próximo, mas vivem salvando-se, preservando-se e alimentando o egoísmo e a vaidade.

Onde deveríamos encontrar uma maior intimidade entre as pessoas? Onde encontramos uma maior e melhor maneira de experimentarmos vidas realmente compartilhadas? Na família!

Mas qual família? Qual valor compartilhar, o meu, o seu ou o do outro? O valor individual e quem não gostar? Quem vai abrir mão dos valores e negociar?

No final dessa história presente pessoas amargam a solidão por que não se completam, apenas saboreiam seu egoísmo pensando em sua liberdade. Aproveitam um dos outros e não aproveita viver, por que ninguém se completa sozinho em si mesmo. E quem vai ceder?

Compartilhar valores não é perder a identidade, muito pelo contrário, é ser e não querer que o outro seja como você quer, mas gostar do que ele é e assim caminharmos no que somos e no que concordamos, compartilhando como sendo e se formando, um evoluindo o outro, sendo da mesma família, oferecendo o que tem de melhor e assumindo que o fim da caminhada é a mesma, mesmo que seja de formas diferentes.

“Duas pessoas andarão juntas se não estiverem de acordo?” Am 3:3

Anúncios

Um comentário sobre “Vidas Compartilhadas

  1. OH irmão, estava eu escrevendo a seguda parte de um texto meu “Um deus pela metade” e encontrei esse texto aqui em seu blog…Acho que de uma certa forma ele completa minha linha de raciocínio, na verdade creio que não só a família tem sido atacada nos últmios tempos e sim todos os relacionamentos em geral. Claro que, tendo a família como base da sociedade, é a primeira a ser afetada, o resto, é conseguência!
    Vou por esse texto como seguimento, pode ser?
    qualquer coisa me avisa que imediatamente retiro…
    Abração. Paz.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s