Falta de consciência?

A consciência de cada um é também a consciência de Adão.

A consciência de Adão é falha e vive sua crise existêncial.

 

A consciência de Cristo é a nova vida experimetando a boa e perfeita vontade de Deus (Rm 12.1,2). A consciência de Adão preferiu a árvore do bem e do mal (Gn 2.9), preferiu a autoexistência, os próprios interesses, sua vontade.

 

A consciência de Cristo diz sim a Deus, é a consciência que diz em alto e bom som: “venha nos o teu reino e seja feito a tua vontade”, mesmo que seja a morte de cruz, mesmo que para cada um de nós seja a morte dos próprios interesses e não o do Pai.

 

Dentro de nós e na vontade de cada um existe uma crise numa consciência falha e adâmica procurando a autoexistência sem dependência de quem pode dar a vida, procurando satisfazer os próprios interesses la lei da vantagem.

 

Cristo é o cabeça da igreja e também a sua consciência e agora nos convida a participar da natureza divina e aos outros pensamentos (2Pe 1.4).

 

Qual é sua crise e consciência, a sua ou de Cristo?

 

“pelas quais ele nos tem comunicado as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina, tendo escapado da corrupção que há no mundo pela cobiça.” 2 Pedro 1:4