Filhos da Luz

“A medida que proceguirem na vida, aprendam a discernir aquilo que agrada ao Senhor. Não particepem dos prazeres indignos do mal e das trevas, mas em vez disso, tragam todas essas coisas para a luz.” Ef 5.10,11

 

Nossa vida precisa ficar clara, aproximar da verdade, aproximar sem medo e sem dúvida do que é verdadeiro. Lógico que vivemos em um mundo coberto por meias verdades, por aparentes verdades vazias de conteúdo, um mundo coberto por uma mentira, por ilusões.

A mídia transforma o mundo em uma novela de fantasias, uma história de conto de fadas em busca da felicidade que não se acaba, em busca da fonte da juventude, do pote de ouro, do principe(a) encantado(a).

Onde esta a verdade, onde esta claro o que esta se vendendo?

O quê disso tudo agrada ao Senhor?

Será que conseguimos enchergar? Será que vemos com clareza?

Será essa vida só ilusão? Ou como já disse o sábio: “tudo é vaidade e correr atraz do vento”.

Para saber e continuar a viver de fato e de verdade devemos apredender a discernir o que realmente agrada ao Senhor, digo o nosso Senhor e não o falso e ilusório deste tempo.

A Igreja que nós somos

Imagem

Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou como cabeça de todas as coisas para a igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquer circunstância. Efésios 1:22-23 

Alvo pronto

A igreja já existe, nós so precisamos manifestá-la!

A igreja já esta pronta, já esta criada, só precisa ser manifestada entre nós.

A igreja já tem seu dono e cabeça, só precisa ser cordenada e manifestada nos dons e talentos de cada um.

Não precisamos ficar criando o que já esta criado, ficar criando demandas para ser igreja, o que precisamos é manifestar.

Uma questão que pode ser gerada pela dúvida é como manisfertar a igreja de Cristo?

Se somos membros desta igreja precisamos nos conhecer, conhecer a vontade de Deus revelado pelo ES e saber como manifestar as realidade e porque fazer; qual seu papel fundamental dentro do corpo.

Se não estamos em Cristo, não estamos na igreja e não saberemos fazer isso

O maior problema em geral é que o que vemos não é a manifestação em plenitude da verdade do que é igreja de Cristo. Vemos muitas formas sem conteúdo verdadeiro, o conteúdo do espírito correto.

Vemos manifestação que em muito não tem nada haver com igreja ou com o cabeça do corpo que é Cristo. Com a dúvida do que certo e verdadeiro temos manifestado nossas intenções e paixões, desejos pessoais.

Se Cristo não for o cabeca a igreja não e dele, tem outros donos.

A igreja que nos somos é a igreja que nós faremos, as vezes a igreja que nós queremos não é de perto a igreja que nós somos, precisamos saber quem somos.

Não adianta tentar fazer uma igreja que não somos, uma hora ela se revela em um estress ou em outra situação. Que igreja estamos revelando? Aquilo que somos!

A igreja é o que somos como igreja

O que manifestamos como pessoas e membro do corpo ligado um ao outro e o que a igreja é no seu conteúdo, na sua essência.

Não adianta criarmos formas e regras para sermos a igreja que sonhamos, porque uma hora isso vai falhar ou vai dar briga ou legalismo. Precisamos ser reponsáveis e consciênte do nosso compromisso de quem somos e estamos sendo parte do corpo e que parte é essa.

Se a igreja esta em crise e esta falhando é porque nós estamos em crise, falhando como tal, com o que somos. Não adianta cobrar mudança se a gente mesmo não mudar. Se existe a crise e o erro temos que nos avaliar, fazer uma auto avaliação e começar mudar, começar a mover o que esta errado em nós antes de ficar procurando o erro apenas nas formas que não existe. Se os outros não faz, se as outras igrejas não faz será que pelo menos eu estou fazendo?

 

O cuidado exagerado

É exigir de mais de quem não pode dar o que tem, é a mesma coisa de me colocar pra lutar com Anderson Silva na modalidade do MMA, eu não vou aguentar, tenho que assumir minhas condições. Como um atleta e lutador estou fraco de mais e não sei nada de arrtes marciais misturadas. Estamos no mesmo campo de batalha, no mesmo ringue e ai o que sabemos da igreja que somos para poder enfrentar o adversário?

Que igreja que eu sou, que nós somos?

É nessa resposta que encontramos nossa identidade e ai temos que ser mais cinseros.

  • Se somos preguiçosos, vamos ser uma igreja preguiçosa,
  • Se somos egoistas vamos ser uma igreja também egoista,
  • Se somos miseráveis e temos dó de gastar dinheiro e de ajudar vamos ser uma igreja miserável, pão dura,
  • Se somos indisciplinados com horário seja qualquer um seremos uma igreja totalmente indisciplinada como horário, com programações,

É por ai, não adianta ficar inventado soluções porque se nós não tomarmos uma atitude a igreja que somos não vai mudar, não vai manifestar a riqueza que queremos ser. A verdade que somos quando assumimos pela fé a vontade de Deus.

Foi isso que Jesus Cristo esinou? Não! Então essa igreja não é dele, Ele não é o cabeça aqui.

“Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” Lucas 18:8

O pior dessa situação é que cobramos mudanças dos outros e da geral mas não mudamos e pelo mal exemplo acabamos ensinado tudo errado a todos, principalmente quem é influente e quer exercecer influência.

A igreja que queremos começa em nós, será que nós queremos mudar?

A igreja é reponsabilidade do pastor! Nada disso, o pastor cumpre uma função de coordenação e amadurecimento mas a igreja somos todos nós.

Se conseguirmos ser igreja, existir pessoalmente como igreja e manifestá-la em comunidade e na vida cotidiana já esta bom. Manifestá-la da melhor forma possível.

Qual fundamento da sua vida da igreja que é você, parte do corpo?

Jesus Cristo. O que Ele quer de nós?

O que iremos manifestar, proclamar, exercicitar como pessoas fundadas em Cristo?

Amar as pessoas com o seu amor, o ES nos guiará a toda verdade em amor.

Não é compromisso, a organização e as idéias e demandas que geram espiritualidade e amor, é contrário, é o espírito da verdade, verdadeiro que é o amor que gera em meu coração ter compromisso, organização, fidelidade e todas as outras coisas necessárias.

Como andaremos juntos se não estivermos em acordo? E como faremos acordo se não respitar e amor meu irmão?

Na  igreja e no corpo, o que não provem do amor é falso e mentiroso é sem conteúdo da verdade e do espírito correto, vazio de sentido.

Ex.: Se eu amo meu irmão e busco seus interesses antes dos meus:

  • Se fiz um acordo de chegar no horário marcado pra que vou me atrazar?
  • Pra que vou ficar discutindo qual é a música melhor para antender minha vaidade?
  • Pra que vou tratar as responsábilidades com libertinagem, porque o limite esta no amor?
  • Por que não vou me importar com o irmão que ta fraco, longe e desanimado?
  • Por que não vou orar?
  • Por que vou cuidar do meu individualismo e próprios interesses antes dos outro e do corpo?
  • A não ser que o amor em mim e em nós se esfriou, por que não cumpro o que devo ser como membro desse corpo? “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.” Mt 24.12
  • O que de fato queremos quando falamos que estamos na igreja?

Se queremos estar na igreja e se ela é de Cristo, temos que estar Nele e Ele em nós operando seu amor. Ou a gente muda ou vamos perder todo o vinho.

“Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim.” João 17:23

Pecado é rebeldia, pecado é quando um erro revela um coração rebelde. Cometer um erro não é necesariamente pecar por revelar nossa ignorância. O erro pode revelar nossa rebeldia por não sermos mais ignorante do que fazemos ai é rebeldia e pecado condenado. Pr Paulo Borges Júnior

Antes de querer uma igreja melhor vamos fazer o nosso sacrifício vivo (Rm 12.1-2), santo e agradável ao Senhor, vamos buscar uma renovação cincera da nossa mente e consciência pra possasmos experimentar a boa vontade de Deus, pra fazer de fato um culto inteligente, com conteúdo e maduro.