chuva de flechas

 

“Em cada batalha vocês precisarão da fé como escudo para deter as setas ardentes disparadas pelo Maligno contra vocês.” Ef 6.16

 

Somos o alvo, pintaram um grande alvo em nosso peito, somos as chance de um sistema da certo e de um planejamento estratégico para nos tornar a vítima do que pode ser a meta estabelecida para que o vendedor de sonhos alcance, por isso ele esta correndo para garantir também o seu sonho. A melhor arma, a ponta mais certeira de quem lança suas armas é a dúvida, ele diz – você realmente precisa e você sente medo de não ser realmente o que deve ter para ser. A aljava do arqueiro esta cheio de dúvidas e seus dardos são vários e flamejantes.

Se você não esta pensando em nada, lógico, alguém vai pensar pra você. Uma coisa que os arqueiros gostam é de gente que não pensa, não planeja, não se disciplina e vive olhando e comparando as coisas, essas pessoas não consegue perceber o grande alvo no seus peito. Pessoas que não tem razão para viver, apenas vivem e deixem viver, alvos fáceis de mais, uma verdadeira alienação de quem se é e quando resolve ser já foi acertado por um dardo, uma flecha que lhe garanta uma solução presente e satisfatória até acabar, até o a próxima dúvida e o próximo lançamento “satisfação garantida, obsolescência programada” (Eg. H.). As flechas estão voando durante todo dia (Sl 91.5), e a morte não é você baixar uma sepultura qualquer, mas não ter vida vivendo em si mesmo garantindo sua permanência existencial em um sistema que sobrevive de sua inexistência.

“Hoje tem guerra, amanhã também, me preparo pro fronte, eu oro a paz” (P. Antiga), batalhamos todos os dias e não podemos perder essa guerra, a luta é grande e muitas vezes bem maior do que podemos imaginar, você tem que se preparar para tomar a decisão certa, certeza só para quem tem fé e esse é o escudo de quem acredita permanentemente. Sem fé é impossível agradar a Deus já dizia o apóstolo, sem fé também é impossível resistir a tantas flechas que voam durante o dia (Sl 91.5). Contra nós elas são ardentes, mas contra elas nosso escudo é ver pela fé que vendedor de sonhos também esta sonhando e quem esta dando esse sonho é maligno. Tire essa dúvida do seu peito, não seja um alvo fácil, uma mira desejável, como já dizia o poeta: “ande com fé, porque a fé não costuma falhar!”

 

Joaquim Tiago

15/7/13

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s