Coringa-Divulgacao

 

“Primeiro vem o orgulho; depois, a queda – quanto maior é o ego, maior é o tombo.” (Provérbios 16,18)

Hoje em dia todos temos uma razão para o erro que seja politicamente “correta”, estamos tentando sobreviver sob a lei da vantagem e de si proteger. Faz-se uma teoria enorme em defesa própria para dar razão ao pecado e porque foi cometido, feito com as próprias mãos.

O grande fator é que esquecemos ou tentamos ignorar que mesmo usando todos nossos argumentos nada vai mudar os fundamentos da vida e as consequências serão sempre as mesma e possivelmente piores.

As consequências de um erro pensado, elaborado, transforma o nosso monstro num ser cativo, domesticado, faminto e grande. Esse monstro vai consumir a existência do seu dono, mesmo com toda razão de uma pseudomoral, a vida nessa vida perde todo seu valor, toda verdade de ser.

Cuidado com o que você aprova ou com o que esta sociedade esta permitindo tão assustadoramente, cuidado com as terríveis palavras – “esta certo, você foi a vítima” – neste momento, quando você acreditar que esta ganhando na verdade estará perdendo, estará morrendo em si, estará se afundando, afundado no orgulho, na auto suficiência.

Quem foi chamado pelo Espírito Santo ouviu a voz dizer para NÃO se anular numa neurose religiosa, foi chamado a ter identidade, ter existência e nessa aprender a saber fazer a escolhas, escolher amar e o amor é um sacrifício.

Nosso monstro tem fome de direitos, tem fome de si mesmo, do grande ego, da morte em vida e não da vida que morre para outra vida.

A decisão é sua/nossa, domesticar e alimentar o monstro e esse mesmo vir a nos engolir e assim a sociedade maldosamente aplaudir expressando uma boa teoria dando razão que garante o errado “correto”. Não adianta fugir, ele vai atrás de você, não adianta mentir com uma nova teoria, ele quer te mastigar e não adianta dopá-lo com alguma espécie de droga legal ou ilegal, é a sua existência que ele quer. Você deve enfrenta-lo, hoje mesmo. Como?

O amor é uma DECISÃO, uma escolha da vida para a vida, e é a melhor maneira de vencer a si mesmo, de sacrificar seu monstro. Mas, cuidado que ele volta com outras teorias e razões por isso não perca seu foco, sua verdadeira razão de vida.

“Ouçam com atenção: a não ser que o grão de trigo seja enterrado no solo e morra para o mundo, não será nada mais que um grão de trigo. Mas, se for enterrado, irá brotar e se reproduzir muitas e muitas vezes. Do mesmo modo, qualquer um que se apega à própria vida apenas com ela é a está destruindo. Mas, se você perde sua vida, sem criar obstáculos ao amor, você a terá para sempre, pois é a vida real e eterna.” (João 12, 24-25)

Joaquim Tiago

(15/10/13)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s