Aos filhos da luz para 2014 e sempre

Estamos bem próximo de 2014, mais uma virada de ano, um período termina e outro começa. Momento de reflexão, momento de avaliação, momento de passagem, momento de fazer o balanço e de pensar em novas pespectivas, novos desafios.

Os filhos de Deus em Cristo são chamados por Paulo de filhos da luz (Efésios 5,8), o Senhor nos ilumina e como espelhos refletimos a glória de Deus que é seu filho, a glória do seu filho foi todo seu sacrifício na cruz por amor e remissão dos pecados. Somos a luz do Senhor nesse mundo em trevas.

Paulo em sua carta aos Efésios afirma ainda (cap. 5, 3-8) para não andarmos com companias ruins, com gente atravessada, pessoas que só pensam em dinheiro, sexo e poder e que o Reino de Deus nunca, nunca será de gente imoral, gananciosa e idólatra.

Fomos chamados como filhos de Deus para andarmos como filhos da Luz.

Ter liberdade é maravilhoso e fomos chamados a liberdade, todos nós fomos chamdos a liberdade em Cristo Jesus, mas toda liberdade exige reponsabilidade, não existe liberdade sem disciplina e não podemos aporveitar a liberdade para das ocasião a carne.

O que é liberdade? Não é fazer o que todo mundo faz, ou o que se é condicionado a praticar, liberdade é ter poder de decisão, de escolha e no caso dos que estão em Cristo existe uma nova maneira de agir, não sengundo nossas paixões, mas a natureza de Cristo em nós. Isso não quer dizer que você esta preso a um processo religioso, mas que feliz é aquele que não ama sua própria vida mas também a entrega por amor a Deus e ao próximo. Se você tem liberdade para agir por conta própria tem também responsabilidade para saber como se deve agir.

Vou aproveitar dos conselhos de Paulo para lhe ajudar a ser feliz em 2014 e em sua reflexões mais profundas poder ter decisões e metas importantes que podem mudar sua vida profundamente.

1.    Vivam como filhos da luz! (Efésios 5, 8-9)

“Os frutos desta luz consiste em bondade, justiça e verdade”. Não faça o bem e o que é bom esperando retorno, o presente já lhe foi dado, a indentidade de ser o filho da luz, então brilhe, seja bom negando si mesmo, seja justo e não espalhe injustiça por egoismo e ame a verdade, seja verdadeiro para si mesmo e para seu semelhante;

2.    Não deixe que a escuridão afete sua visão, não ande em trevas onde você não se enxerga. (Efésios 5, 10-14)

Não seja idiota e nem finga de bobo, saíba para onde esta indo e quem esta conduzindo as coisas e sua vontade. Aprenda a saber fazer escolhas, discernir pelo conhecimento de Deus, perguntar não doi e nem faz mal, veja o que agrada ao Senhor e não tenha medo de dizer NÃO, não tenha medo de decepcionar o senhor das trevas, Deus não vai lhe deixar na mão, já vi muitos casos em que pessoas negaram os desejos e os desejosos da influência do inferno e Deus lhe preparou algo bem melhor para sua vida, por isso é melhor ficar sozinho do que mal acompanhado. Exponha tudo a luz aquilo que é oculto, aquilo que tenha uma apraência desconfiável leve para luz atravéz de questinamentos sábios. Procure não ter uma vida dupla por que um dia querendo o não a casa cai, nada fica escondido nesse mundo e o que semeamos um dia germina e aparece.

3.    Acorde do sono da ignorância. (Efésios 5, 14)

Não durma o sono da ignorância e nem se encante pelo canto da sereia e nem do “sereio” (rs). O mundo esta sendo himpnotizado nas trevas da ignorância e pensamos aproveitar vida perdendo dentro de tudo que é passageiro. A vida que sem tem aqui não é eternizada.

4.    Diligência para a vida, porque os dias são maus. (Efésios 5, 15-17)

“Ser diligente é fazer o que precisa ser feito, é não perder tempo, não acomodar-se ao ‘mais ou menos’, não buscar desculpas, não adiar. A falta de diligência pode nos levar à indolência, desatenção, moleza, desleixo, negligência, autoindulgência”. Se Deus lhe deu oportunidade então faça, não deixe para depois, não perca o foco, se a vida é uma oportunidade então vida com sabedoria, não viva como telespectador de novela. Faça o bem, bem rápido, não deixe de fazer o bem que Deus lhe capacitou para ser feito, trabalhe para expressar quem você é e para abençoar sua família e ao próximo.

5.    Onde esta sua alegria? (Efésios 5, 18-20)

Em um mundo de tantas aflições onde podemos encontrar a paz e alegria? Muitos vão para uma garrafa de vinho, de cerveja, do alcóol em geral e outros já se entupiram de remédios como a campeã de vendas ritalina e outros para intorpercentes ilegais. Onde esta sua alegria? Tudo isso acaba em libertinagem. Temos uma vida afligida e buscamos aflições com as próprias mãos aos montes, não sabemos lidar com nossas crises existênciais, de quem somos e do que fomos e para onde vamos, se fazemos de vítimas a todo momento e deixamos de construir um futuro. Quando a frustação bate a porta corremos para todo paliatívo que temos acesso fácil, os liberados e alguns os não liberados. Fé é esperar em Deus e a ansiedade é o medo de esperar que Deus vai agir.

Devemos beber do Espírito Santo e Ele nos fara ter frustos do Espírito como paz e domínio próprio (disciplina) e cantaremos poesias e não mais músicas de buteco, músicas que brotam do coração e não das aflições dessas de música idiotas que nascem todos os dias e viram sucesso para um bando de gente sem razão de vida. “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo.” (João 14:27)

 

Qual a diferença entre arrependimento e remorço?

Sentir remorço é sentir peso na consciência, reprovação de um ato que não deveria ser feito.

Arrependimento no ensino bíblico é metanóia, isto é, mudar de atitude, mudar de prática.

Se em 2013 você teve atitudes que não gostou, que pesou em sua consciência e no corpo, hábitos que não foi sábio, vá além de um remorço, vá até o arrependimento e procure a mudança, mude de atitude em sacrfício vivo. Seja uma atitude, viva a libardade com toda responsabilidade e experimente a verdade (Rm 12, 1-2).

Você quer ser mais um fliho das trevas em 2014?

Se não, ande como um filho da luz.

Você foi chamado a ser um filho da luz!

Feliz 2014 para todos os filhso da luz!

 

Joaquim Tiago

(31/12/13)

A Glória de todo Israel

natal 2013

 

No evangelho de Mateus vemos logo no capítulo 1 o registro da genealogia de Jesus Cristo até seu nascimento. O grupo é magistralmente dividido em 14 gerações, caso especial de se ver na tradição das gerações contadas e das história que foi sempre recontada entre os Hebreus, a antiga tradição oral feito pelos mais velhos de suma importância, algo que foi perdido com o tempo, ainda mais em tempos de tanta mídia eletrônica. Existem casos como o meu de pessoas com eu de não saber quem foi realmente seu tataravô e nem da origem dos ancestrais.

Preservando a prática ritual lemos a preservação de toda uma grande e fascinante história da vida real de um povo que tem um imenso propósito existêncial, desde o chamado de Abrão até a vida de José o simples noivo de Maria. Segundo Mateus a genealogia foi dividida em três grandes grupos e três alianças, a de Abrão até Davi (Mt 1,2-6), de Davi até o cativeiro da Babilônia (Mt 1,6-11) e do cativeiro na Babilônia até o nascimento de Jesus (Mt 1, 12-16), uma aliança foi dada a Abrão, uma aliança foi dada a Davi e em Cristo temos a Nova Aliança em seu sangue (Gn 12, 1-3; 2Sm 7, 4-7; Heb 8, 8-3).

No pai da fé, em Abrão vemos o nascimento de um povo e depois todo seu desenvolvimento e ai temos outros grandes nomes dessa história, em Davi vamos ver o estabelicimento deste povo como nação, como reino, conquista e a glória de Israel e também toda sua queda, toda destruição pelos conquistadores e, foram dominados e exilados, sendo sempre exortados e corrigidos pelos profetas até que chegou um tempo de silêncio e preparação para a voz que clamou no deserto, e preparou o caminho para vinda do grande Messias, a verdadeira Glória de Israel.

Israel em toda sua glória não entendeu a missão de Deus e o propósito em sua vida que era trazer a história toda a Glória de Deus, seu filho amado e todo seu amor revelado. Foi necessário um esvaziamento quase que completo, um domínio tão forte como aconteceu para que através de um casal tão simples viesse ao mundo Cristo.

A glória de Israel é manifestar a Glória de Cristo, a nossa glória é manifestar a Glória de Cristo. Vemos na genealogia registrada em Mateus todo o esvaziamento de Israel para que Deus viesse em toda sua glória através de um simples e temente casal e um lugar muito simples quase anônimo.

O nascimento de Cristo paradoxalmente inagura um novo reino, porém o de Israel político é praticamente exterminado após sua crusificação, o nascimento traz toda Glória de para um novo Israel, um novo Israel para povos, tribos e nações, os filhos de Abrão pela fé. O apóstolo Paulo acredita em um remanescente para Israel e em seu retorno (Rm 10-12).

Qual a importância do nascimento de Cristo para todos os que fazem parte da Nova Aliança? Em Lucas 4, 14-22 quando Jesus voltou da Galiléia, cheio do poder no Espírito, ele começou a ensinar nas sinagogas e ai foi até em Nazaré onde havia nascido e foi em um sábado na sinagoga, na sua vez de ler o livro, ele tinha nas mãos o profeta Isaías e abringo leu a seguinte passagem:

“O Espírito de Deus está sobre mim;

Ele me escolheu para pregar a Mensagem das boas-novas aos pobres,

Enviou-me para anunciar perdão aos prisioneiros e

A recuperação da vista aos cegos,

Para libertar os oprimidos e indefesos,

Para anunciar: ‘Este é o ano em que Deus irá agir!’”

Isaías no capítulo 9, 6-7 traz a profecia do Menino que nascerá e que “o governo do mundo esta sobre seus ombros e Ele será chamado Maravilhoso, Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, principe da paz. Ele estenderá seu domínio e haverá paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre seu reino, estabelicido e mantido com justiça e retidão, desde agora e para sempre.”

Graças a Deus, a verdadeira glória de todos os que crêem, glorificado em sua humilhação, o menino nasceu e todo governo esta sobre Ele, seu Reino é de paz e dos humildes de coração, paz na terra aos homens de boa vontade.

Não existe outro governo paralelo, exsite uma rebelião dos que não abrem mão da sua glória e da sua vontade, uma rebelião que já tem seu fim, isso sempre será caminho de morte mesmo parecendo a estrada para ganhar a vida.

Um dia toda rebelião vai acabar porque desde que menino nasceu já temos um Rei, o mesmo menino será quem vai nos julgar pois é Dele todo direito de abrir o livro e Ele esta assentado a direita de Deus pai esperando a ordem para resgatar a sua Novia que faz parte Dele e o representa na terra e que o Espírito Santo esta preparando.

 

Feliz Natal é a Glória do Filho de Deus.

Feliz Natal e que paz reine em seu lar!

São nossos votos e desejos…

 

Joaquim Tiago e família.

(24/12/13)

A (nova) religião dos desigrejados

igreja vazia

Em uma vida cada vez mais religiosa o secularismo se torna os rituais de uma doutrina oficial da nova fé neste mundo (pós) moderno. Patrocinado por uma cultura do consumismo, qualquer ambiente confortável se torna o altar sagrado.

O conforto da sala. Neste culto religioso secular o ambiente com seu entretenimento preferido via satélite é o um dos principais centro de adoração da vida individual, é onde o oráculo se abre e os enigmas são desvendados, os deuses contemporâneo nos mostram a última revelação e quanto ela vai custar para te colocar perto de deus. como num toque da tela sensível do celular.

Confortando os animais. Os animais como em alguns lugares são adorados, essa prática não é nova, a registros de serem deuses em muitas tradições, porém com a nova religião ganhou adereços de santuários próprios (pet & shop). Hoje encontramos altares confortáveis, tratamentos digno de uma entidade supra-humano que não mais tem instinto mas vontades “próprias” porém mais fácil de relacionar.

O conforto virtual. Para a nova religião a socialização vai ficando cada vez mais fácil, rápida e nem precisa ser deslocar até o outro. No ambiente virtual é compartilhado o “melhor de si”. Um culto cheio de rituais onde tenta se proteger de quem realmente se é, nesse poder do deus de si. Nesse sagrado terreiro de bytes e frequências ordenadas por corporações, os tangedores tocam seus tambores e enviam as mensagens na velocidade da luz, quase uma transmutação de pensamentos. Nesse templo vasto e largo posso ser a individualização onde não sou e nem preciso ser incomodado, um poderoso deus da solidão.

A confortável igreja universal de cada um e de si mesmo. Não se sabe mais sobre graça e de quem pode vir, a graça foi banalizada, barateada. Um deus humano agora massageia o ego de cada legalista que acredita na sua potente força para manipular o Eterno em favor de benefícios antropomórficos. Ele é obrigado a me abençoar, me satisfazer, me prosperar, me levar até o culto e me trazer e me fazer feliz, e não quer nada de mim nem que aprenda a servir. É o culto que só preciso e não sei de nada dos que necessitam de mim e para colocar a tampa sobre o caixão da ignorância – EU SOU SEMPRE A VÍTIMA.

É confortável a nova religião nos ritos seculares, consagramos os bens confortáveis de um mundo (pós) moderno.

Como outras religiões essa efemeridade vai passar/acabar, porém rapidamente, seus ritos não tem tradição e nem são milenares, na verdade não podem ser nem muito anual e nem tradicionais porque a nova religião não se agrada de repetições, isso incomoda os seus adeptos, por isso o Facebook já esta com seus dias contados. Os ritos atuais tem que mudar sempre e são de um século que já da seus sinais de inoperância.
Os deuses são muito falso, profetas do vazio existencial, estão mentindo e você vai descobrir logo quando não aguentar viver mais nessa solidão.
Confortáveis rituais vazios cheios de solidão e de morte!

Joaquim Tiago
(13/12/13)

Duelo de Titãs

Dentro de cada um de nós possível é uma grande batalha, uma grande luta e um terrível duelo.

Você esta com medo? Medo do presente ou medo do futuro?

No campo de batalha, de um lodo temos a ansiedade do outro a fé.

A ansiedade é nosso medo subjetivo do futuro, a fé é a coragem e a certeza do que nos espera.

O juiz desse duelo, dessa guerra na consciência esta em quem aguardamos.

Como funciona a nossa esperança? Esperamos no medo subjetivo, principalmente o gerado pelo sistema do século, ou esperamos na fé corajosa de onde vem a certeza verdadeira.

O juiz pode nos fazer esperar, esperar doí muito em um mundo imediatista, um mundo com muita pressa. E o que é o tempo para o juiz?. Esse é o duelo provocado ou naturalmente existente.

No nosso duelo existencial dois titãs universal, ansiedade é o inimigo da sua fé e pode derrotá-la seu melhor golpe é o medo, se a ansiedade derrota a fé você perde o significado da sua existência.

Alimente bem a sua fé, a melhor estratégia da fé é a coragem, a coragem coloca sua certeza em ação, vencer o tempo e o desespero.

Exercite a sua fé e não perca o sentido de ser. 

“Sem fé é impossível agradar a Deus. Qualquer um que quer aproximar de Deus deve crer que ele existe, e que recompensará aqueles que sinceramente o procuram.” (Hebreus 11,6)

 

Joaquim Tiago

(02/12/13)