vitral igreja

Igreja é uma instituição e um nome com mais de dois mil anos de história e já sofreu todo desgaste possível nessa trajetória de sua vida. Atos dos apóstolos é o grande tratado do nascimento no movimento dos chamados cristãos, iniciado pelos apóstolos movidos pelo Espírito Santo que revolucionou e vai revolucionando até os confins da terra.

Paulo escreve suas cartas precisamente como um mestre corrigindo cada igreja em seus devaneios teológicos principalmente na matéria lei e graça, suas admoestações são clássicas e nos ajudam sempre. Na bíblia temos cartas de Tiago, Pedro, João e Judas. João na ilha de Patmos recebeu a revelação e escreveu sete cartas para sete igrejas na Bahia de Éfeso.

O termo igreja foi motivo de discursão e reacende o debate a cada tempo histórico. O que significa e o que é realmente a palavra Eclésia. Trata-se de uma assembleia importante, como se da essa reunião, sua forma e sua construção? Qual sua essência e sua necessidade, como se governa e de que jeito é a sua liturgia, maneira de cultos e rituais? De quem é a prerrogativa de ser a única igreja universal, de quem é o comando e forma verdadeira do que se é igreja? Porque tenho que estar nela, viver por ela e pautar minha meus hábitos por meio da igreja? É um longo estudo e um bom debate que foi mudando e muitas vezes se adaptando ao seu contexto histórico.

Para igrejas cristãs temos nossas variações como católico apostólico romano e católico ortodoxo, reforma protestante e igrejas reformadas, evangélicos históricos (Luteranos, Anglicanos, Presbiterianos, Batistas, Metodistas), evangélicos de origem pentecostais (Ass. de Deus), evangélicos de missão, comunidades independentes, comunidades alternativas e os neopentecostais que é uma grande variação e miscigenação de cultos, acontecem até um sincretismo religioso.

Desde o seu nascimento até os dias atuais temos uma vasta história e chegamos a um ponto em nossos dias onde estamos enfrentando uma verdadeira confusão de termos e de origem, sofrendo mudança em nossa identidade ou sendo uma organização muito maior do que seu organismo.

Quais as marcas ou os atributos de uma igreja?

Ouve sempre uma tentativa de saber e identificar quais são as verdadeiras marcas de uma igreja ou os sinais que ela deve ter para ser mesmo uma igreja. Os chamados pais da igreja definiram um grupo de quatro adjetivos considerados como características que descrevem as marcas distintivas da verdadeira Igreja de Jesus Cristo, sendo elas – una, santa, católica e apostólica. Essa crença é partilhada pela Igreja Católica Romana, Igreja Ortodoxa, Nestoriana, Não-Calcedoniana, Presbiteriana, Anglicana e demais do protestantismo histórico, que por vezes é chamado de Atributos da Igreja.

Estas características também foram dogmatizadas pelo Credo Niceno-Constantinopolitano, em 381, que professa: “Creio na Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica”.

Os teólogos reformados divergiam quanto ao numero das marcas da igreja. Alguns falavam apenas de uma, a pregação da sã doutrina do Evangelho; outros, de duas, a sã pregação da Palavra e a correta ministração dos sacramentos e ainda outros acrescentavam a estas uma terceira marca, o fiel exercício da disciplina. Ficando entre convenções e deduções característica três atributos e característica que uma igreja cristã tem para se denominar assim – (1) a genuína pregação da Palavra de Deus, (2) o uso dos sacramentos de acordo com sua instituição e (3) a prática da disciplina eclesiástica.

O que você busca em uma igreja?

A resposta para os anseios espirituais da vida, amor, paz, comunhão, participação nos cargos, falar com Deus, ouvir Deus falando conosco?

Fazer os rituais necessários, ou enfrentar mais uma rotina que onde estamos habituamos tão bem como, louvor, pregação e avisos?

Em nossos dias assistimos pessoas que estão esperando da igreja e de seus líderes um milagre, uma cura para enfermidade, ou uma forma de prosperar, um alívio para o peso da consciência, resolver o seu medo de Deus e uma forma de negociar com ele e até uma posição social como tal como evangélico.

Se olharmos para nós o que você espera de sua igreja?

Deus, Amizade, ter uma religião e uma forma descolada de ser cristão, cumprir o chamado e exercer os dons. Uma igreja que nos caiba e que nos aceite como somos. A comunhão e o partir do pão. Nós queremos servir exercendo os dons e sermos edificados em Cristo através da comunhão.

As necessidades hoje são muitas, milhares, não somos mais como as pessoas da idade das trevas no período do feudalismo antes do iluminismo e do renascimento, não somos mais a sociedade que acreditava que a terra era o centro do universo e a igreja o centro de todo conhecimento da terra. Tínhamos medo de Deus e Deus estava em tudo abençoando o trabalho simples do campo. Havia uma teologia em que éramos mais místicos, mais temerosos dos castigos e dependíamos mais de Deus para o viver e a igreja participava de toda vida cotidiana, era a ética, a moral e as penitências. Não tínhamos respostas das tecnologias que nos falam a todo tempo.

Vemos as coisas de forma diferente, modernas. Se nosso olhar da igreja for conforme nossas necessidades, esperamos muitas coisas da “casa de Deus”. O que em geral as pessoas esperam de Deus e da igreja já não é o mesmo que muitos esperavam e desejam antigamente. Temos muitas necessidades e não poupamos nem Deus e nem a sua igreja para obter resultado, formamos muitas igrejas conforme as nossas necessidades contextuais. Muitas necessidades são exatamente as mesmas, mas hoje tem uma significação diferente e mais complexa, mais consumista.

Veja o que Paulo tem a dizer da igreja de Éfeso e a oração para sua real necessidade – Eféso 1:15-23.

O que a igreja espera de você?

Números de membros, quantidade de pessoas, dinheiro, serviço, que faça o que ela mande? Ela pode usar ainda o seu medo, sua família e suas carências.

A igreja espera que você compareça, demonstre sua melhor roupa e paute sua vida por ela em suas ideias.

O que a sua igreja espera de você? É muito mais cômodo para nós dizer o que a igreja deve ser o que esperamos dela. Difícil é entender que essa mesma comunidade de fé somos nós. Ela espera de cada um de nós ser o que desejamos que ela seja.

É muito fácil desejar uma igreja que ama, mas você esta disposto a amar? É muito fácil desejar e esperar uma igreja que ore e busque os milagres de Deus, mas você esta orando? É muito fácil falar que gostaria de ter uma igreja que não fizesse acepção de pessoas, com quem você escolheu ser parte?

A igreja não deve esta negociando com as pessoas sobre a prerrogativa de que se você fizer determinada coisa tal benção você vai alcançar, pelo menos a que representa Cristo e seu Reino nessa terra. Cristo já te abençoou, pela graça você foi salvo e agora é só colocar em pratica o que deseja que seja a igreja, porque a igreja espera as suas boas obras.

Veja o que Paulo tem a dizer da igreja de Éfeso e a oração para sua real necessidade – Éfeso 4:1-16.

Afinal, o que é a igreja?

“Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo.” (1 Coríntios 3:11)

O apóstolo Paulo usa três grandes exemplos na carta aos efésios para definir a igreja ou comunidade de fé em Cristo, ele compara a igreja um edifício, a um corpo e uma família onde Cristo é sempre a parte principal.

No edifício ele é a pedra angular (Efésio 2:20), no corpo é o cabeça (Efésios 4:15-16), na família Ele é o cabeça e líder (Efésios 5:22-24).

A igreja de Cristo na sua autenticidade esta edifica em Nele e não pode ter outro fundamento, nem de anjos, nem do homem. Cristo nos salvou mediante a graça para que façamos as boas obras, ele colocou funções dentro da igreja e do corpo. Não tem porque ser outra forma ou ter outro jeito.

Você não pode edificar a igreja no que você acha ou nos seus desejos e nas próprias vontades, planos e egoísmo. Não podemos olhar para as necessidades que temos vinda de fora para edificar a verdadeira igreja do lado de dentro.

O que você espera de uma igreja Cristã – Cristo! E que Cristo através do Espírito Santo espera de você?

Pois é por Ele, para Ele e por meio Dele que todas as coisas acontecem e foram feitas.

A Comunidade de Fé em Cristo esta cooperando com o Reino de Deus nos dias de hoje e historicamente. Acredita que a Comunidade também é/faz parte do Corpo de Cristo, é a comunhão dos seus membros onde Jesus Cristo é sua parte principal, o Cabeça conforme o ensino de Paulo (Efésios 4). Comunidade local existe como extensão da vida e ministério de Cristo onde sua ação e propósito é protagonizar o – “assim como o Pai me enviou ao mundo, eu também vos envio” (João 17.18; 20.21). A ação de Cristo junto a sua comunidade/corpo enviando e comissionando é para que numa cooperação presente com o Espírito Santo (João 16.5-15) aconteça e ela seja portadora da salvação, libertação e restauração.

Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Respondeu Jesus: “Feliz é você, Simão, filho de Jonas! Porque isto não lhe foi revelado por carne ou sangue, mas por meu Pai que está nos céus. E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la. (Mateus 16:16-18)

 

Joaquim Tiago Bill

17/03/15

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s