capa-devocionalise

Existem duas naturezas, uma para morrer e outra para viver. Viver segundo o Espírito ou viver segundo uma natureza desumana (terrena).

O Espírito de Cristo não é uma religião, não é a força de uma “reza” para mudar e encurralar Deus, não é um processo de leis onde podemos nos orgulhar religiosamente de cumprir, não é a nossa criatividade pessoal que aparentemente nos faz melhores.

Existe uma ordem moral atuando nas coisas deste mundo. A boa ordem não tem como atuar quando encontra outra ordem em mim. Quem ordena minha vida? A boa ordem só consegue me indicar o que faço e se é ruim. Meus conhecimentos do bem e do mal me indicam a ordem apenas de si. Minha razão é meu culto. Quem me livrará desse caminho?

Uma nova natureza, uma nova maneira e um novo estado do ser para os que estão em Cristo. O estado de quem esta em Cristo é também a liberdade de poder sacrificar, fazer morrer e matar os pensamentos, fazer morrer a meu culto da minha boa vontade (Rm 12.1-2). Neste estado boa ordem não vem mais de fora para atuar em mim, vem de dentro para transformar, a boa ordem não é apenas para denunciar religiosamente, aparentemente. O caminho da vida diária agora é a nova maneira de pensar, pensar como Ele, renovar os pensamentos no culto da vida, na vida para viver.

“Portanto agora nenhuma condenação há para os que pertencem a Cristo Jesus. Porquanto o poder do Espírito doador de vida – por meio de Cristo Jesus – me libertou da lei do pecado e da morte.” (Romanos 8.1-2)

Joaquim Tiago Bill

(25/11/15)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s