Justificar-se é um caminho que buscamos varias vezes quando precisamos de uma boa desculpa, uma boa alternativa para aliviar a consciência, aliviar do erro, da engano.

Cometemos atos segundo nossas “melhores” ideias, nossas maiores paixões e até nossas principais vontades. Quando algo sai do nosso normal e não cumpre a expectativa, buscamos uma resposta que possa satisfazer a nós mesmo e que não nos culpe (tanto). Varias vezes buscamos alternativas para não nos levar a assumir o erro e que nos deixe de forma aliviada e de consciência leve.

Seria como uma criança quando briga com seu irmão e sua mãe lhe chama a atenção, logo a desculpa é – “foi ele que mexeu comigo primeiro” e a resposta do outro irmão é sempre a mesma desculpa de volta. Talvez você tenha uma boa justificativa para não congregar mais com seus irmãos, mas de onde ela vem?

Uma justiça feita por conta própria é arriscada e pode nos manter no engano. O conselho é, seja justificado pela fé (Rm 1.17). O justo que se justifica em sua fé, vive pela fé. A fé pode ser agora nossa nova consciência, nossa maneira de enxergar o mundo e como agir, a fé é a maneira de sacrificar nossos pensamentos e ser renovado na maneira de pensar (Rm 12.1-2).

Quando a fé nos justifica agimos buscando a vontade de Deus, precisamos conhece-la e confiar que é perfeita e boa e assim devemos sacrificar nossas justiça pela a Dele, a de Cristo.

 

Joaquim Tiago Bill

10/5/16

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s