O que nos ocorre variavelmente é termos uma visão muito secularizada (sem Cristo) da igreja (aqui se leia como corpo de Cristo) quando dela fazemos uma adaptação do contexto em que tentamos sobrevivemos.

As pessoas que fazem parte dessa igreja quando exerce sua função no corpo já não é visto como o trabalho sagrado, por vias das funções religiosas nos seus rituais banais funções no corpo tornam-se sem valor, respeito, seriedade e contemplação eterna.

Quando perdemos o respeito e de ficar com o sagrado as pessoas consagra o efêmero, o hilário, o entretenimento social para esquecer a dor de existir sem esperança, existir sem a fé.

O temor é a sabedoria e desviar é ficar relativizando a vida.

“É impossível alguém ter sucesso – falo de sucesso eterno – sem ajuda celestial.” Evangelho de João 3.27

Joaquim Tiago Bill

(19/12/16)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s