Barnabé e Paulo

Quando bater a soidão
E rolar um aperto no coração
E variar o humor
E seu pensamento estiver em dor

Lembre-se amigo
Faça isso em memória de mim
Tome o pão, o copo de vinho e o peixe
Lembre-se dos melhores momentos que contigo vivi

O amor e a graça o trará de novo
Novamente nos veremos
Não fique longe em seus pensamentos
“qualquer dia a gente vai se encontrar…”

O que é a vida se não os encontros
Os desencontros e saldades dos amigos
Que um dia ei rever e de repartir a vida como um pão
Como meu coração que em sua memória me faz esperar sem…
Desesperar…

Anúncios

Continuar Caminhando

O que faz a gente continuar ouvindo o chamado?

O que nos faz continuar andando nessa trilha?

Porque quando paro pra descansar, não consigo esquecer do caminho?

Porque a vocação vai me custar vida?

 

Já senti muita vontade de parar

“No meio do caminho havia uma pedra” (Carlos Drummon)

Senti muita vontade de tomar outro rumo

Já pensei bastante se tivesse feito outras escolhas

 

“Já choramos muito, muitos se perderam no caminho” (Beto Guedes)

Tem horas que olho para trás e fico admirado

Quantos passos dei nessa estrada e ainda há muito por caminhar

O Mestre falou apenas segue-me e te farei

 

O amor nos abre o coração e nos faz ouvir

Ainda não acabou, ainda não é o fim, é apenas o começo

Em um dessas paradas Ele me perguntou: “o que os homens dizem quem sou?” São inumeras a resposta vazias, algumas dentro da trilha…

E você?

 

Não tenho para onde ir Mestre, só o Senhor é o caminho, verdade e a vida!

Joaquim Taigo Bill – 25/11/11

Meu amigo Pedro

Por que ao amigos de verdade adoecem?

Por que os manos vão embora?

Por que eu não sei a resposta?

Espero que um dia voltemos para o mesmo lugar.

Espero que esse sofrimento acabe.

Espero que minha esperança não seja a mesma de amanhã.

Jesus você não devia morrer assim!

Sentirei sua falta nas rodas do pão, do peixe e do vinho,

Nada tem o mesmo gosto nem o mesmo perfume,

Olho para o mar e sinto que vou sumir, voltar a pesca e tentar esquecer,

De como é bom ser amigo, de como é bom amar e andar juntos, converssar,

Depois que conhecemos o amigo que nos conhece que sentido tem ficar longe?

Um dia vamos tomar esta ceia junto e eu também anseio por esse momento como a pequena vida que tenho;

Meu amigo um dia eu volto a te encontrar como depois da ressureição,

Como depois daquele abraço,

Um dia estaremos juntos para sempre.

Pela terceira vez, ele lhe disse: “Simão, filho de João, você me ama? ” Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez “Você me ama? ” e lhe disse: “Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que te amo”. Disse-lhe Jesus: “Cuide das minhas ovelhas.” Jo 21,17

Joaquim Tiago – 1/7/2011