Qual o sentido da vida?

sentido da vida

“Nesta vida sem sentido eu já vi de tudo: um justo que morreu apesar da sua justiça, e um ímpio que teve vida longa apesar da sua impiedade.” (Eclesiastes 7.15).
 
A vida do grande rei e o homem mais sábio do mundo se tornou sem sentido mesmo depois de conquistar e ter o poder de possuir o que sua existência lhe permite-se.
 
Para o homem mais poderoso do mundo na sua época histórica tudo se esvaziou rapidamente. A vida é uma passagem rápida e dependendo da situação pode se tornar uma passagem sem rumo, um passagem perdida.
 
Para o escritor existencialista decidir sobre a vida e qual o seu lugar é a grande pergunta fundamental da filosofia.
“O suicídio é a grande questão filosófica de nosso tempo, decidir se a vida merece ou não ser vivida é responder a uma pergunta fundamental da filosofia.” (Albert Camus)
 
O sentido dessa vida é a grande reflexão que flutua entre todos mesmo depois de tantos anos nessa terra tentando buscar a resposta.
 
A vida precisa de um sentido? Quem sou eu, de onde eu vim e para onde vou? Essa base que sustenta nossa existência esta entre nós e busca se firmar, mesmo sendo soprada de outras formas nos ouvido e na disputa entre o ter e o ser.
 
Já ouvi de um sábio que não estamos mais em uma época de mudanças, e sim, em uma mudança de época, mudança da era. Diante desses fatos é necessário voltar à origem, a origem da vida e do seu Criador para entender novamente o seu propósito da criação.
 
Joaquim Tiago Bill

 

Anúncios

A Mensagem da Reconciliação

jesus reconciliacao

“Um único minuto de reconciliação vale mais do que toda uma vida de amizade.” (Gabriel García Márquez)

A humanidade escolheu a separação entre Deus e sua vontade, conhecer seu caminho por si. Assumir o caminho do bem e do mal por sua conta e risco, a humanidade não queria/quer Deus e sim ser seu próprio deus. O orgulho de ser individual.

Vivendo por sua escolha, seus passos foram/é tortuosos dentro de um sistema de injustiças, fracassos e muita dor. A terra nunca esteve em paz e a natureza geme e chora esperando a redenção, salvação de tantas desgraças semeadas, tanta semente de corrupção e egoísmo.

Como conciliar novamente os que se perderam? Como conciliar novamente essas partes separadas, como conciliar os passos dados e a mesma caminha da esperança e da paz? Como fazer andar junto à justiça e o amor? PERDÃO!

Se um dia a humanidade esteve conciliada com Deus e sua criação, juntos com Ele fomos de fato humanos. Hoje outra vez nasce à esperança que se chama RECONCILIAÇÃO.

 

Onde esta o perdão?

“Deus se reconciliou com o mundo por meio do Messias, permitindo um novo começo pela oferta do perdão dos pecados” (2Co 5.19). Amou-nos, nos perdoou e deu sua vida para nos salvar.

Quem deu ouvido, quem pode aceitar a reconciliação e deixar a separação? Quem vai aproximar do distanciamento e novamente poder andar com Deus? Ande os passos de Cristo e Ele mostrará o caminho até o Pai! A mensagem pascoal, da passagem e de libertação esta agora no cordeiro que entregou seu sangue, a nova aliança.

Aos reconciliados agora foi confiada à mesma mensagem da reconciliação, o anúncio das boas novas da conciliação com Deus e com os outros.

A humanidade separada de Deus e do próximo esta perdida, esta literalmente sem rumo, procurando se justificar e praticar a maldade da individualidade, desconciliar em benefício próprio usufruindo da terra e praticando toda falta de esperança.

A mensagem da reconciliação inicia em Cristo, esta em Cristo e apenas por Ele teremos a capacidade de perdoar, de dar os mesmos passos em rumo à mesma esperança.

Que mensagem você tem para hoje, para a páscoa?

Somos então como embaixadores de Cristo. E é como se Deus por nosso meio lançasse um apelo aos homens. Nós vos suplicamos então, da parte de Cristo, que se reconciliem com Deus!” (2Co 5.20)

Joaquim Tiago Bill